Pesquise no Google

sexta-feira, 30 de maio de 2014

SESI LANÇA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS À DISTÂNCIA

Pessoas que não completaram os ensinos fundamental e médio agora podem concluir os estudos pela internet

O Sesi no Paraná oferece agora a modalidade à distância da Educação de Jovens e Adultos (EJA) para quem não concluiu os ensinos fundamental e médio na idade convencional e precisa recuperar o tempo perdido. Os estudantes podem acompanhar as aulas pela internet e uma vez por semana participar de uma aula presencial em uma das unidades do Sesi em todo o Paraná.

A novidade da EJA à distância é a facilidade em assistir às aulas em qualquer lugar e a flexibilidade de horários, já que adultos que não terminaram os estudos costumam ter dificuldade em frequentar uma escola tradicional. O ensino fundamental (antigo primeiro grau, anos finais – 6ª/7ª/8ª/9ª) pode ser concluído em 24 meses e o ensino médio em 18 meses, com uma certificação reconhecida pela Secretaria de Educação do Paraná. Na primeira semana, o aluno recebe um treinamento de informática e inclusão digital para poder fazer o curso pela internet.

“Buscamos uma melhoria na qualidade de vida e nas condições de aperfeiçoamento profissional dos trabalhadores da indústria e inovamos agora com a EJA à distância, proporcionando, além da elevação da escolaridade o acesso ao uso da tecnologia”, explica Regina Berbetz, gerente de Educação do Sesi no Paraná. Os alunos também têm acesso a tutores on line e por telefone ou a tutores presenciais para tirar dúvidas, além de poderem usar o laboratório de informática e a biblioteca da unidade do Sesi onde foi feita a matrícula.

Em busca do tempo perdido

sesi, curso, distancia, educacao, jovens, adultos, ponta grossa, online, noticias
Dados do censo demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que a metade (49,3%) da população de 25 anos ou mais não concluiu o ensino fundamental, enquanto 11,3% tinham curso superior de graduação completo. O percentual de pessoas sem instrução ou que não finalizaram o ensino fundamental na região nordeste é maior, chega a 59%, já na região sul o índice é de 48%.

Oberdan Talasca, de 19 anos, não conseguiu terminar o ensino médio no tempo normal e está na metade do curso em uma turma da EJA presencial do Sesi em Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba. “O ensino é muito bom e é importante terminar o ensino médio, assim posso fazer uma faculdade ou um curso técnico”, disse. O jovem pretende terminar o restante do curso na modalidade à distância. “É mais flexível e poderei fazer nos horários que não estou no trabalho”, completou.

A EJA é gratuita para trabalhadores da indústria, seus dependentes (filhos, marido ou esposa, que tenham 18 anos ou mais) ou pessoas indicadas pela indústria e para a comunidade com uma mensalidade.

As inscrições podem ser feitas em uma das unidades do Sesi em todo o Paraná, por meio do RH das indústrias, pelo telefone 0800 648 0088 ou pelo site www.sesipr.org.br/eja

Fonte: Agência FIEP