Pesquise no Google

segunda-feira, 19 de maio de 2014

MÉDICOS CUBANOS REALIZAM PRIMEIRAS CONSULTAS NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Dos 60 médicos cubanos, seis já estavam atuando e outros 18, começaram atendimento nesta segunda (19).

Os demais serão encaminhados para as Unidades Básicas de Saúde, ainda nesta semana. Ponta Grossa já conta com 24 médicos oriundos do Governo Federal ‘Mais Médicos’, já estão atuando nas UBS de Ponta Grossa e os demais serão encaminhados ainda durante esta semana.

Ponta Grossa foi a cidade do Paraná, com população maior que 352 mil habitantes, que recebeu o maior número de médicos do programa do Governo Federal ‘Mais Médicos’, totalizando 60. Com a vinda dos médicos e a contratação de outros profissionais por concurso público, será possível ofertar mais 1.200 consultas por dia, somando com as 1.300 que já são ofertadas na rede básica de saúde, conforme levantamento da Secretaria Municipal de Saúde.

A usuária do Programa de Saúde da Família (PSF) Parteira Caetana, localizada no Jardim Bonsucesso, Roseli de Almeida Silveira, ficou surpresa com o atendimento da médica cubana Edilcia Jans, que iniciou as atividades nesta segunda. “Ela foi muito atenciosa, atendeu minha filha com muito carinho e fez o atendimento necessário.

atendimento, medicos cubanos, ponta grossa, primeiras consultas
Estávamos carentes não apenas de médicos, mas de médicos atenciosos. Acho que a chegada destes novos médicos vai melhorar muito a nossa saúde”, Segundo a médica, Edilcia Jans, o treinamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde foi fundamental para o início das atividades. “A preparação que a prefeitura realizou, mostrou um pouco do sistema de saúde de Ponta Grossa e, com isso, estamos preparados para o atendimento. Hoje o dia foi muito positivo, percebi que muitas das pessoas que nos procuram, são pacientes com doenças crônicas. Acredito que é preciso trabalhar também as ações voltadas para prevenção em saúde”, diz a médica.

Além do PSF do Bonsucesso, outras unidades receberam médicos nesta segunda: Alceu Shuli (Praça Getúlio Vargas-Nova Rússia), Antonio Schwanzze, (Santa Luzia), Antonio Russo (Centro), Carlos Ribeiro de Macedo (Parque do Café), Luis Fernanando Cajado Braga (Cristo Rei), Antonio Saliba, (Parque dos Sabiás),Madre Josefa (Olarias), Antero de Melo (Rio Verde/Pitangui), Felix Viana (Vila Hilgemberg/Vila Cristina), Carlos Dzaunet (Shangrilá), Adam Polam (Palmeirinha), José da Silva Ribeiro (Jardim Esplanada).

De acordo com a secretária de Saúde, Ângela Pompeu, os médicos estão sendo deslocados para as unidades que possuem mais carência de atendimento. “No nosso planejamento optamos por priorizar o atendimento nas unidades que enfrentam maior falta de médicos, na medida em que os demais profissionais terminarem o processo de adaptação, de treinamento, imediatamente vão começar a trabalhar”, diz.

Fonte: prefeitura